domingo, 14 de abril de 2013

Exploração infantil em fábricas da Nike na Indonésia.



Na foto um menino mostra um tênis All Star confeccionado por ele, pois a Converse, que fabrica o All Star, foi comprada pela Nike em 2003.

A empresa admitiu em 2012 a exploração de trabalhadores nas suas filiais dos países asiáticos, com salários de um dólar por dia e punições como correr ao redor da fábrica como castigo por atrasos.

A investigação feita pela Global Alliance for Workers and Communities levou a empresa a prometer mudar esse quadro. Porém, o anúncio não convenceu diversas organizações, dado o fato de que a Nike já havia feito promessas semelhantes e não as cumprira.

A tática do trabalho semiescravo em países asiáticos permite a empresa fugir da hora de trabalho mais cara exigida pelos trabalhadores europeus. A Nike lidera o mercado de produtos esportivos e apenas o salário de um dos seus executivos poderia arcar com o pagamento de toda uma fábrica.

Fonte: http://globedia.com/nike-admite-explotacion-trabajadores-plantas-indonesia-paises-asiaticos_1

Nenhum comentário:

Postar um comentário